Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a utilização de resíduos plásticos em misturas com asfalto para pavimentação




Da Índia chega-nos um exemplo de uma sinergia na valorização de resíduos urbanos: a utilização de plásticos na pavimentação das estradas.

A empresa detida pelos irmãos Rasool e Ahmed Khan, deparando-se com restrições impostas à utilização de sacos plásticos, decidiu enveredar pelo negócio da reparação de pavimentos de asfalto, usando o seu know-how em plásticos. 

Em parceria com a Universidade de Bangalore, desenvolveram um método que consiste na dilaceração de sacos de plásticos em pedaços, na secagem dos mesmos (remoção de água), e na posterior mistura com aslfato e agregados. O resultado é um material composto polimerizado mais resistente do que o a mistura convencional de asfalto e agregados, e que resiste o dobro do tempo (cerca de 6 anos, ao invés de 3) antes de se degradar.

Devido às características ligantes do plástico, este confere ao asfalto maior coesão, mesmo a altas temperaturas. No caso em concreto o plástico derrete a 130-140ºC enquanto que o asfalto a metade dessa temperatura.

Além disso, devido às propriedades hidrofóbicas dos materiais plásticos, o piso deixa de absorver tanta água., o que é interessante para a circulação automóvel, e reduz também a tendência para a desagregação do piso, o que faz baixar as necessidades de manutenção.

A empresa em causa, já pavimentou com esta técnica 1500 km de estradas locais usando resíduos plásticos cujo destino, de outro modo, seria a queima.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...