Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a descoberta da pílula (1 de 2)

Russel Marker e as batatas mexicanas


Nem todos os produtos ou invenções tiveram o condão de ambicionar mudar o rumo de História, mas na área farmacêutica também os há. Existe um que talvez tenha sido crucial à revolução sexual assistida no ocidente desde os anos 60: a pílula.

Os episódios que levaram à sua descoberta evidenciam bem como uma descoberta científica de natureza química pode acontecer à luz de avanços e recuos, previsibilidade e inesperados.

Tudo começa com Russel Marker, um empresário que, na qualidade de professor de química da faculdade de química da Universidade de Pensilvânia descobriu em 1930 uma forma de produzir progesterona, a hormona sexual feminina, a partir de um tipo comum de esteróides chamamo sapogeninas. À época, a progesterona era valiosa para o tratamento de desordens menstruais e para prevenir abortos, e era comercializada em exclusivo pela indústria farmacêutica europeia mediante uma dispendiosa síntese.

Marker descobre que as sapogeninas existiam com muita abundância em algumas espécies de batatas silvestres existentes no México. Decidiu apostar tudo e ir viver para o México, o que lhe permitiu reunir 10 toneladas das referidas batatas com as quais isolou uma grande quantidade da sapogenina que pretendia, a diosgenina.

Regressado aos EUA sintetiza 2kg de progesterona, que nessa altura valeria 160 mil dólares. A progesterona acabaria por se tornar o precursor preferido para a síntese do conhecido anti-inflamatório que dá pelo nome de cortisona.

Decidiu fundar uma empresa chamada Sintex, na qual esteve pouco tempo, acabando por sair. A Sintex dedicou-se também à produção de testosterona a partir das mesmas batatas silvestres do México, e foi responsável pela brutal queda do preço das hormonas de 80 dólares a grama para cerca de 1 dólar a grama.

Entretanto Marker regressa ao México e funda uma empresa de produção de progesterona, a Botanica-mex, que produziu vários quilos desta molécula. O contributo de Marker para o estabelecimento de uma indústria de hormonas esteróides no México é atualmente reconhecido como crucial.

Como se mostra na publicação seguinte que pode ser lida aqui, foi no contexto desta empresa e do processo inicial que levou Marker ao México que surgiu a descoberta da pílula, o que aconteceu pela mão de outros trabalhadores da Sintex.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...