Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre os problemas de movimentação de petcoke, no porto de Aveiro, pela Cimpor




O Governo português processou a Cimpor devido à falta de licenciamento para descarregar "petcoke", um pó potencialmente perigoso, no porto de Aveiro.

O ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, informou esta terça-feira [10-02-2015] estar a decorrer um processo contraordenacional contra a Cimpor devido à falta de licenciamento para descarregar ‘petcoke’, um pó potencialmente perigoso, no porto de Aveiro.


(...)
“A Cimpor encomenda [o material], descarrega pelo porto de Aveiro e, depois, através da linha férrea, leva para Souselas. Essa atividade esteve a funcionar mais de dois anos sem licença [tendo] o pedido de licenciamento sido feito há menos de um ano”, sublinhou Pedro Filipe Soares.



(...)


O [Bloco de Esquerda] salientou que há estudos que indicam que o ‘petcoke’, usado pela indústria como combustível de baixo custo, pode ter impacto na saúde, designadamente nas vias respiratórias, podendo potenciar o cancro no pulmão e reduzir o tempo útil de vida.

Nos Estados Unidos, por exemplo, os navios, além de serem obrigados a permanecer ao largo 48 horas para sedimentar as poeiras, as descargas são depois feitas em espaços confinados, enquanto em Portugal não há essa exigência, acrescentou.

Fonte: Observador


O que é petcoke?

"O Coque de petróleo, do inglês “petcoke” é o produto sólido resultante da destilação do petróleo, obtido a partir do craqueamento das frações residuais pesadas. É material sólido e com granulometria que varia de 0 a 75mm, conforme fornecido pelas refinarias. No Brasil é popularmente conhecido como petrocoque." Mais informações: Petroenergia





0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...