Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a história da BASF e a grande sobreposição com a própria história da Alemanha nos sécs. XIX e XX



(BASF em 1865)

A BASF é a maior empresa da indústria química mundial, com números verdadeiramente impressionantes, tais como um volume de vendas de 74.3 mil milhões de euros, em 2014, a partir de 113 mil trabalhadores da companhia, nos mais de 390 unidades de produção pelo mundo fora (mais de 80 países).

A empresa foi fundada em 1865 por Friedrich Engelhorn, sob o nome de "Badische Anilin und Sodafrabrik" o qual viria a originar a designação actual de BASF. À data, a empresa tinha como modelo de negócio produzir corantes à base de alcatrão e anilina para a indústria têxtil.

Capitalizando em cima das descobertas dos químicos alemãos F. Haber e C. Bosch, a partir do século 20 a passou a ser possivel produzir amónia em escala industrial, permitindo à BASF expandir o seu portfolio de produtos, que passou a contar, por exemplo, com fertilizantes. Durante a primeira guerra mundial a BASF produziu também explosivos, pólvora, e gases tóxicos para o exército alemão.

No rescaldo da 1º guerra, a BASF vê-se fundida com outras 5 empresas. incluindo a conhecida Bayer, dando origem a uma entidada de nome (I.G. Farben).

A I.G. Farben colaborou com o regime nazi, não só pelo aproveitamento dos prisioneiros dos campos de concentração enquanto operários das suas fábricas, mas também por via do fornecimento do gás utilizado nas câmaras de extermínio usadas pelos nazis. Esse gás fora originalmente produzido com o intuito de servir como insecticida, mas acabou adaptado pelos nazis para a trágica finalidade das câmaras de gás.


( A sinergia da I.G. Farben e os campos de concentração)

No ano de 1945, as tropas aliadas tomaram o icónico complexo de Ludwighafen, o qual já tinha sido previamente bombardeado pela aviação. Os stocks de químicos encontrados foram totalmente confiscados. Nesse mesmo ano a I.G. Farben foi dissolvida enquanto empresa.

( I.G. Farben destruída no fim da 2ª Guerra Mundial )

Sete anos depois, em 1952, onze empresas foram criadas a partir do legado em ruínas da I.G.Farben, das quais se destacam nomes atualmente bem conhecidos como a Agfa, a Bayer, a Hoechst AG, e a BASF. No novo arranque a BASF concentrou-se no negócio da produção de plásticos. Porém, as décadas seguintes viriam a ser marcada pelo alargamento das áreas de actividades, acompanhada pela expansão da empresa até atingir o estatuto de empresa global que hoje lhe conhecemos.


Atualmente, a empresa possui um vasto porfólio de produtos e, à data de 2014, possuía um orçamento em R&D de fazer inveja a muitos países: 1.8 mil milhões de euros.

Fonte: DW

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...