Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a liderança da Universidade de Aveiro, em Portugal, na investigação científica em eng. química, no período 2008-2012

A Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) apresentou os principais resultados de um estudo bibliométrico sobre a produção científica dos docentes a tempo inteiro em Instituições de Ensino Superior portuguesas que, simultaneamente, enquanto investigadores, participaram na avaliação de unidades FCT de 2013/2014.

Entre as áreas analisadas encontra-se Engenharia Química e da Química, pelo que se apresentam abaixo os respectivos resultados. (Nota: a lista completa de instituições contempladas nestes estudo pode ser encontrada no fim desta publicação).


  • Impacto médio de publicação por docente: 





  • A Universidade de Aveiro (UA) é a instituição portuguesa que apresenta um impacto médio de publicação por docente mais elevado, seguida pela Universidade do Porto (UP), a qual ainda assim apresenta um impacto cerca de 15% inferior à primeira. A terceira nesta contagem é a Universidade do Minho (UMinho), que dista cerca de 25% da UA neste indicador.

    No geral, praticamente todas as restantes universidade portuguesas estão agrupadas numa região de impactos médios entre 1 e 3, não se conseguindo diferenciar de modo significativo entre si neste indicador.

    • Impacto por publicação vs Número de publicações por docente




    No que diz respeito ao volume de publicações por docente (eixo horizontal) a Universidade do Porto  (UP) lidera este indicador, com um indíce de 0.6, seguida pelas Universidades de Coimbra (UC), Técnica de Lisboa (UTL), Minho (UMinho) e Aveiro (UA), que pontuam por sua vez entre 0.4 e 0.5.

    Por outro lado, com relação ao impacto médio por publicação produzida pelos docentes de cada instituição,a UA volta e exibir uma liderança isolada, pontuando aproximadamente 1.8 num indicador onde o Porto marca 1.3, Coimbra 0.8, e Lisboa 1.3 (UNL) e 1.1 (UTL). Destaque também para a Universidade de Évora, que pontua aproximadamente 1.5 neste indicador, sendo a segunda melhor instituição em Portugal em termos de impacto médio das publicações por docente.



    • Lista de Universidades contempladas no estudo, e respectivas siglas:


    Fonte: DGEEC - Produção Científica IES – Engenharia Química

    0 comentários:

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...