Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre medidas para aumentar a eficiência energética da indústria portuguesa



A economia portuguesa caracteriza-se por possuir uma intensidade energética e uma intensidade
carbónica elevadas e uma dependência muito elevada da importação no que conceme ao consumo
de energia primária (cerca de 85 % da energia total necessária, com forte predominância do petróleo).

_ _          _ _           _ _           _ _           _ _           _ _           _ _           _ _           _ _ 

A intensidade energética é a medida da eficiência energética associada à economia de um determinado país. É calculada pelo valor global da energia consumida nesse país a dividir pelo seu produto interno bruto e pode ser representada, por exemplo, em megajoules por dólar. Assim, uma intensidade energética elevada reflecte um alto custo de conversão de energia em produção, enquanto que uma intensidade energética reduzida reflecte por seu lado um baixo custo de conversão de energia em produção.  Fonte: WikiEnergia
_ _          _ _           _ _           _ _           _ _           _ _           _ _           _ _           _ _ 


Tal como noutras economias corn baixa eficiência energética e fortemente dependentes da importação
de energia primária, muito em especial do petróleo e do gás natural, o equilíbrio extemo da economia
portuguesa é forternente condicionado pela variação do preço do petróleo. Por isso, nos últimos anos,
com a subida do preço do petróleo verificou-se uma perda de competitividade das empresas portuguesas.

* * *



O aumento da eficiência energética na Indústria Transformadora nacional exige, à semelhança
do verificado em outros paises, uma atitude pró-activa da parte dos industriais para uma actuação em
termos de adequação efectiva dos seus equipamentos e processos a novas tecnologias e estratégias
actualmente disponíveis.


Desta análise aprofundada resultou a escolha duma lista de Medidas/Tecnologias que foram consideradas
viáveis e possuidoras de elevadas hipóteses de sucesso. Estas medidas seleccionadas, que compõem
os principais grupos de medidas transversais e sectonais, estão listadas na Tabela 2.1.



Fonte: Medidas de Eficiência Energética Aplicáveis à Indústria Portuguesa: Um enquadramente Tecnológico Sucinto - SGCIE -  (Relatório)

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...