Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a Web Summit 2017, a concentração de mediatismo tecnológico no setor do IT, e três empresas unicórnio ligadas à engª química

Com a Web Summit a decorrer pelo segundo ano consecutivo em Lisboa (Portugal), essa que é uma incontornável conferência anual de tecnologia que reúne os principais e mais ativos candidatos e agentes de inovação e disrupção, importa frisar que o termo "tecnologia" é grande e genérico demais para se cingir ao setor do IT,  e que há startups e inovação noutros setores tão ou mais importantes que este.

Porém, quando analisamos as startups mais bem sucedidas da atualidade, isto é, aquelas que chegaram ao estatuto de empresas unicórnio (startups tecnológicas avaliadas em mais de mil milhões de dólares), verificamos que a presença direta de engenharia química é escassa. As tecnologias de informação dominam por completo na forma das mais variadas plataformas de prestação de serviços ou na forma da infraestrutura física (dispositivos, equipamento) que permita algum tipo de progresso tecnológico tido como promissor.

Isto leva-nos à seguinte questão: está a engenharia química na órbita direta da inovação tecnológica mediática e aliciante ao nível do financiamento ou aquilo que se chama de "inovação tecnológica" é, na verdade, a inovação e disrupção de alguns setores tecnológicos em específico?




Olhando com cuidado, o clube das empresas unicórnio contempla alguns projetos empresariais mais próximos da engenharia química, mas estes são manisfestamente poucos.

Em todo o caso, vale a pena citar três empresas que figura nessa lista:


A Bloom Energy desenvolveu um revolucionário sistema de geração de energia primária chamado Bloom Energy Server com base numa tecnologia exclusiva  de células de combustível que fornece uma alternativa mais confiável, mais limpa e económica à rede elétrica tradicional. Esta solução é projetada para ajudar as empresas a tornarem-se mais resilientes e menos dependentes da incerteza da abastecimento da rede elétrica tradicional. A tecnologia da Bloom Energy, desenvolvida primeiramente para o Programa Marte da NASA, figura entre as soluções de geração de energia mais eficientes do planeta, proporcionando custos operacionais significativamente reduzidos e garantindo emissões de gases de efeito estufa drasticamente menores.




ReNew Power Ventures Pvt. Ltd. é um produtor de energia limpa independente com cerca de 3000 MW de ativos de energia limpa comissionados e em construção. A empresa cria valor pela geração confiável e eficiente de energia não convencional através da inovação em soluções de energia eólica e solar. Mantendo esta perspetiva em vista, a ReNew Power recentemente estabeleceu uma parceria com a IBM para incrementar a sua inovadora proficiência tecnológica .






Promasidor é um grupo com sede na África do Sul que fabrica e fornece bebidas em pó, condimentos saborosos, leite em pó, cereais e outros produtos alimentares em 36 países por toda a África. Uma das inovações da empresa foi a substituição de gordura animal por gordura vegetal em produtos lácteos para lhes proporcionar uma vida útil mais longa, diminuindo assim a dependência de uma cadeia de abastecimento de frio. As crianças africanas colocam o leite em pó diretamente nas suas línguas, e assim superam os obstáculos relacionados com a falta de água potável.


0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...