Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre as ondas de inovação e a Engenharia Química




"Para se compreender a evolução da Engenharia Química (EQ) e a sua robustez relativamente a novas ideias há que ligá-la às tecnologias envolventes. 
Podemos compreender as tecnologias recorrendo ao conceito de ondas de inovação (Schumpeter). A onda representada pelo advento da potência a partir de água, dos têxteis e do ferro durou cerca de 60 anos (1775-1845). Seguiu-se o vapor, ferrovia e o aço (1845-1900). Depois irrompeu a onda da electricidade, dos químicos e dos motores de combustão interna (1900-1950). 
O nascimento da EQ moderna dá-se com a chegada da onda de inovação caracterizada pela petroquímica, a electrónica e a aviação (1950-1990). Depois desta apareceu a onda das redes digitais e da programação (1990-2010). 
Vivemos hoje em plena onda do bio/nano/info e a EQ está tentar integrar-se nela também. Porém, urge vislumbrar um horizonte de longo prazo. Ligar uma disciplina completamente a um onda de inovação que a faça permanecer nela pode não ser uma boa estratégia para a viabilidade a longo prazo."
Fonte: Chemical engineering in a complex world: Grand challenges, vast opportunities, Julio M. Ottino, AIChE Journal 57, 1654 (2011)

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...