Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a opinião de Gamboa Carvalho (Sapec Química), quanto à indústria portuguesa e à Península Industrial da Mitrena (Setúbal - Portugal)





"O futuro do setor industrial na Península Industrial da Mitrena (Setúbal - Portugal) passa pela mudança de paradigma no que diz respeito à instalação de empresas adequadas à realidade do país e às necessidades de âmbito tecnológico e inovador. Gamboa de Carvalho, diretor geral da Sapec Química, entende ser necessário um “bench marketing, replicando casos de sucesso de outros países onde a indústria pode ser aplicada em Setúbal” e entrega a instituições como o Politécnico de Setúbal a responsabilidade de “dar o primeiro passo”.

“O efeito do acender de uma lâmpada vai despoletar um contágio por todo o candeeiro que é a Península Industrial da Mitrena”, prossegue Gamboa de Carvalho, para quem a Conferência CIRP sobre “Manufacturing Systems”, a realizar entre 29 e 31 de maio em Sesimbra, é o “campo onde as iniciativas devem sair da mesa e aplicadas no terreno, através da assinatura de contratos programa e contatos entre as empresas presentes”. A Península Industrial da Mitrena perdeu, nas últimas décadas, grande força na laboração e atividade, muito devido à substituição da produção nacional pela importação.

Gamboa de Carvalho verifica este processo como natural devido à reestruturação do setor no final dos anos 80, que fez com que a cadeia de produção e tratamento da matéria prima fosse interrompida. “A Sapec Química tinha toda uma exploração de produtos como o ácido sulfúrico através da pirite que ia buscar às minas do Lousal e servia para o fabrico de adubos”, explica o diretor geral da unidade fabril, acrescentando que tal fez com que “a componente industrial da Sapec diminuísse, mas não o volume de vendas”.

“O entendimento sobre a substituição da produção nacional por produtos importados ser mais barato é falso porque o valor acrescentado do produto deixa de existir”, diz Gambôa de Carvalho. Os impostos derivados da mão de obra para a produção, a empregabilidade associada a esta necessidade e toda a cadeia de produção é substituída pela importação, “deixando o dinheiro lá fora mas o desemprego cá dentro”, prossegue."

Fonte: Setúbal na Rede


Sapec Química - Fábrica de Setúbal - Mapa da Indústria


1 comentários:

Empilhashop disse...

Parabéns pelo blog, ótimo trabalho e muito bem estruturado. Att www.Empilhashop.com.br (empilhadeiras usadas)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...