Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a Austrália no contexto do mercado mundial de gás natural liquefeito





"Estima-se que o mercado mundial de gás natural liquefeito (LNG, sigla inglesa) atinja os 277 milhões de toneladas no ano 2013, um aumento de 8.4 milhões de toneladas por ano face ao ano anterior.


Entre 2013 e 2014, 34 novos terminais de regasificação de LNG iniciarão a sua atividade. Destes pode-se destacar o Dabhal terminal (Índia) e a unidade israelita  Hadera. Refira-se que os terminais de regasificação permitem receber o LNG transportado em navios e cocolá-lo no estado gasoso necessário ao uso convencional.

Neste contexto de crescimento, a Austrália tem vindo a reforçar a sua importância na resposta à crescente procura mundial. Através de 4 projectos de grande dimensão (Queensland Curtis, Gargun, Australia Pacific LNG e Gladstone LNG) antevê-se um aumento de capacidade neste país, em 2015, no valor de 25.5 milhões de toneladas de LNG.

A Austrália ocupa neste momento o 4º luga na produção mundial de LNG, ficando apenas atrás do Qatar (1º), Malásia (2º) e Indonésia (3º). Porém, devido às características geográficas e climatéricas desse país, este é o local do mundo onde a tecnologia necessária ao processamento de LNG é mais dispendiosa. Estima-se que um projecto de LNG na Austrália possa custar até 80% mais do que noutros locais.

Este dado não parece atrapalhar o investimento neste produto nesse país, e exemplo disso é a Austrália ter representado 22% do investimento mundial em LNG, seguida pelos EUA.

Por tudo isto é esperado que Austrália venha a desempenhar um papel ainda mais importante no contexto mundial de processamento e comercialização de LNG."

Fonte: LNG Industry

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...