Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre James Young, o 1º a destilar petróleo


O escocês James Young foi o primeiro a refinar com sucesso petróleo (crude).
Young nasceu em Glasgow em 1811 e faleceu em 1883. O seu pai dedicava-se profissionalmente à construção de caixões, de modo que Young também seguiu o negócio da família.

Nos tempos livres, James Young frequentou o Anderson's College (actualmente Strathclyde University), onde teve como professor um reputado químico, Thomas Graham. O professor reconheceu talento em Young, a ponto de o levar com ele na qualidade assistente aquando da sua mudança para Londres.
Young pretendia contrair matrimónio mas os rendimentos como académico não chegavam para dar esse passo, pelo que se transformou num químico industrial.

Em 1847, o seu amigo Lyon Playfair convidou Young para dar uma "vista de olhos" numa fuga de petróleo localizada numa mina de carvão de Derbyshire. O petróleo, que vertia a partir do tecto da mina, tinha uma viscosidade semelhante à do azeite, cor de café escuro e, em dias frios, tornava-se praticamente sólido.

Young descobriu que, com recurso a destilação, poderia extrair produtos viáveis para comercialização, nomeadamente lubrificantes para as máquinas a vapor e combustível para iluminação.
Como a fuga de petróleo na mina era pequena, teve de procurar outras fontes de petróleo.
No melhor da tradição Vitoriana, James Young patenteou o seu processo e, em 1851, estabeleceu a sua empresa para o explorar. Em 10 anos a sua empresa atingiu lucros astronómicos.

Vendeu a sua tecnologia aos americanos, mas este revelaram-se lentos a pagar os direitos de exploração da mesma (royalties), tentando, ao invés, aliciá-lo com acções das suas empresas. Porém como não tinha interesse em ações, vendeu-as e financiou, assim, outros interesses seus, tais como navegação, colecção de pinturas e ciência.

Fonte: New Scientist, 1983

2 comentários:

Anónimo disse...

Gostei muito do artigo, deu-me muito jeito.
No entanto, acharia de agrado a muita gente que possa vir a consultar esta página, você acrescentar a data em que James Young morreu (1870).
Obrigada pela compreensão.

Blogue Engenharia Química disse...

Bom dia,

Obrigado pelo feedback positivo.

A data da morte de James Young foi acrescentada. Porém, ela não é 1870 mas sim 1883.

Obrigado por visitar o BEQ!

Cumprimentos,

Marcelo Melo
(fundador e editor)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...