Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre o debate público em torno de um dispendioso projecto da Shell na Pensilvânia

EthaneCracker_Shell_Ontario


Neste post, dá-se conta do debate público que tem estado em curso no Estado norte-americano da  Pensilvânia relativamente aos planos da Shell quanto a um avultado investimento industrial, para evidenciar duas coisas:

1. O modo como a indústria química pode ter um peso enorme nas economias regionais e nacionais com os seus avultados investimentos, nomeadamente no âmbito da petroquímica;

2. O modo como os Estados não têm outra solução que não a de competir entre si para atrair a indústria química (e outras) para os seus territórios por lhe reconhecerem importância na criação de postos de trabalho, directos ou indirectos, e no estímulo ao desejado desenvolvimento.

*     *     *

"Membros da equipa do governador da Pennsylvania, Tom Corbett, têm estado a tentar ver aprovada uma proposta de isenção de impostos durante 25 anos, no valor de 1,65 mil milhões US$, para um projecto industrial da Shell alegando que a contrapartida desse investimento para a economia local supera em muito a benesse fiscal proposta.

O projecto da Shell consiste na construção de uma refinaria destinada ao processo de cracking de etano, com vista à obtenção de etileno, um gás necessário nas indústrias de polímeros e química. De acordo com um relatório da American Chemistry Council (ACC), a construção de um complexo deste tipo e de larga escala implica um investimento de 3,2 mil milhões US$, e gera 17 mil postos de trabalho: 2400 directamente na indústria química, 8200 ligados a fornecedores, entre outros.

E se na voz da oposição se levantem dúvidas quanto à certeza destes números e do aparente benefício económico, o que é facto é que estados como a West Virginia e o Ohio também se encontram interessados em alojar este investimento nos seus territórios, estando também a preparar pacotes de incentivos fiscais .

Esta competição deve-se precisamente ao enorme impacto que complexos desta dimensão têm no desenvolvimento paralelo de outras indústrias e serviços. Segundo a ACC, a partir do momento que um complexo desta dimensão começa a funcionar, a região envolvente passa a gerar qualquer coisa como 4.8 mil milhões US$ em actividade económica relacionada com indústria química, anualmente."

Fonte: Philly

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...