Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre borracha a partir do arbusto (do deserto) guaiúle, e os esforços da Bridgestone para produzir pneus com esta borracha natural




A borracha é um tema técnico e um setor industrial altamente ligado à engenharia química, quer pela vertente das soluções sintéticas desenvolvidos como pelas próprias características da sua utilização a partir de fontes naturais. O BEQ tem falado dela periodicamente, e assim acontecerá, porque a sua utilidade está longe de se extinguir, bem como os desafios técnicos associados à utilização da mesma.

* * * 

Como nota histórica, vale a pena frisar que, para os EUA, a indústria petroquímica muito deve à borracha o seu desenvolvimento por força do conflito que este país teve com o Japão durante o período da 2ª Guerra Mundial, altura em que os japoneses inviabilizaram o abastecimento de borracha natural aos americanos. A busca por alternativas promoveu o surgimento da borracha sintética, mas é também de assinar a busca por espécies vegetais que possam constituir-se fontes alternativas de borracha natural.

Fonte: C&En

* * *

Guaiúle.


É neste contexto que surge a planta conhecida como guaiúle (Parthenium argentatum L.) , arbusto de de folha perene nativo de uma zona árida localizado na parte sudoeste dos EUA e norte do México, o qual pode ser cultivado em ambientes totalmente diferentes daqueles adequados para a árvore seringueira (Hevea brasiliensis L., a fonte clássica de borracha natural). A borracha contida no guaiúle é muito semelhante à da seringueira, o que abre caminho para a planta se consolide como uma (nova) fonte de borracha natural.

Do ponto de vista processual, a borracha a partir de guaiúle requer uma série adicional de etapas, tais como a moagem da planta , extração de solvente e remoção de impurezas, traduzindo-se num processo mais complexo do que o processo de produção de borracha natural a partir de seringueira, no qual as etapas são apenas as da coagulação e secagem de látex.

O Grupo Bridgestone vem realizando atividades integradas de I&D a partir de tecnologia de cultivo, processo de extração de borracha natural de guaiúle, com vista à exploração industrial desta borracha para aplicação em pneus.

Fonte: Bridgestone



Fonte: Bridgestone

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...