Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a empresa Metabolix e plásticos a partir de vegetais

image
A empresa Metabolix destaca-se pelo âmbito do seu negócio: produzir plásticos e químicos em vegetais (plantas). O açúcar é a matéria-prima utilizada para chegar ao plástico biodegradável, uma resina PHA (polihidroxialcanoato) chamada Mirel, processo que se baseia em fermentação biológica.
Numa comunicação cientifíca recente, a empresa reportou  resultados em espécies de tabaco onde a percentagem de PHA ascende a 9% do peso seco total da planta. Nos tecidos das folhas, a presença de PHA pode mesmo atingir 17%. A Metabolix procura assim maximizar a presença do polímero no interior das células vegetais, assinalando que os recentes resultados representam um acréscimo de 10 vezes na quantidade de plástico PHA face a investigações anteriores.
Mirel_family shot
Segundo fontes da empresa, o modelo de negócio da Metabolix passa por cultivar espécies que produzam PHA, recuperar o polímero e convertê-lo em outros polímeros ou em químicos de interesse. A restante biomassa gerada poderá ser utilizada para produção de etanol celulósico, gasificação ou como combustível da própria refinaria.
Porém, a empresa reconhece actualmente que não é competitiva e que o polímero PHA produzido tem um estatuto especial pelo facto de ser biodegradável, condição que não invalidará a necessidade da Metabolix se tornar mais competitiva, para qual se prevé um aumento de escala para valores relevantes para o mercado dos polímeros.
Fonte: C&EN – Cleantech Chemistry Blog

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...