Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a análise adimensional na engenharia química

“Um engenheiro químico ocupa-se, tipicamente, da implementação industrial de processos nos quais reacções químicas ocorrem conjuntamente com fenómenos de transferência de massa e calor.
Estes processos dependem da escala em que se trabalha, comportando-se de modo distinto se forem realizados à escala de um laboratório ou planta piloto, comparativamente com a larga escala de uma produção industrial.
Compreensívelmente, os engenheiros químicos sempre procuraram formas de simular processos industriais em modelos que permitissem compreender aspectos importantes para o dimensionamento à escala industrial ou para conceber a adptação de plantas industriais já existentes a novos processos ou modificações.
Este tipo de desafios envolve a análise dimensional, a qual adquiriu uma aceitação modesta em engenharia química, comparativamente com outros ramos da engenharia. Os estudantes universitários ou recém-licenciados não costumam revelar competências suficientes nesta área, porventura porque existe fraca motivação nas universidades para o assunto.
Este facto confere uma ideia errónea a respeito da relevância prática da metodologia adimensional.”
Na figura abaixo resumem-se alguns dos principais números adimensionais que figuram nos estudos superiores de Engenharia Química.
adimen_num
Fonte: Encyclopedia of Bioprocess Technologies: Fermentation, Biocatalysis and Bioseparation, de Michael C. Flickinger e Stephen W. Drew

2 comentários:

zZen disse...

Concordo em relação à incompreensão dos números adimensionais por parte dos estudantes em Eng. Química. Já estudei alguns mas sempre no contexto básico das transferências de massa, calor e momentum mas no contexto de scale-up, apenas algumas notas. Outros números só vi por necessidade quando precisei de aplicar alguma correlação ou modelo de predição de propriedades. Pelo percurso que tenho na universidade, não é dada importância à essência dos números adimensionais e acredito que apenas Eng Químicos ligados a Projecto é que vislumbram a importância destes números.

Seja como for, gostei muito deste blog. Já está nos favoritos :)

MM disse...

Caro zZen,

Obrigado por partilhar a sua experiência pessoal relativamente aos números adimensionais.

Decidi partilhar este trecho de livro porque acredito que uma considerável parte dos estudantes de engenharia química não chega a aperceber-se da importância dos números adimensionais no contexto industrial.

Cumprimentos,

Marcelo Melo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...