Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a atractividade de algumas energias alternativas

Pese embora não se tratar de um tema que diga unicamente respeito aos engenheiro químicos, as energias alternativas são um assunto relevante para o sector em geral e para as indústrias em particular.
A discussão em torno das energias alternativas centra-se em dois aspectos críticos: os benefícios ambientais que significam face ao combustíveis fósseis e o balanço económico decorrente da colocação em prática das tecnologias que envolvem.

Deixando um pouco de lado os aspectos ambientais e centrando a discussão meramente no balanço económico, é importante compreender que são 3 os factores com que se pode aferir a atractividade económica das energias alternativas:
1) os custos do combustível em que esse tipo de energia se baseia;
2) os custos de operação e manutenção associados à tecnologia desse tipo de energia;
3) a recuperação do capital investido, que reflecte o preço do investimento na tecnologia de um dado tipo de energia alternativa;

Posto isto, apresenta-se abaixo um gráfico que compara diferentes alternativas energéticas através de um coeficiente de custo que nivela os diferentes tipos de energia numa escala comparável (COE), o qual deve ser interpretado como sendo o preço a que cada tipo de energia teria de ser vendido para ser rentável.

image

É possível notar como as diferentes contribuições dos 3 factores influenciam a atractividade económica das alternativas apresentadas.
As energias eólica e solar fotovoltaica têm a vantagem de não ter custos de combustível, mas revelam não conseguir competir, ainda, com outras fontes de energia. Contudo a energia eólica encontra-se próxima da competividade com as energias nuclear, à base de carvão e a gás natural, estando sobretudo dependente do embaratecimento da tecnologia que a possibilita.

Por outro lado, a energia solar fotovoltaica é de resto a alternativa mais dispendiosa de entre as apresentadas e deve-o fundamentalmente à recuperação de capital, o que significa que a tecnologia existente é excessivamente cara face a outras soluções.
De entre as energias consideradas, as energias nuclear, a carvão e a gás natural (por ciclo combinado de cogeração) são as alternativas mais económicas.

Destas, apenas a nuclear pode ser considerada renovável, o que por um lado é uma vantagem. Porém, como sabemos, esta solução levanta severas precupações ambientais.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...