Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre o salário líquido médio de um eng. químico, por país

Dado que o mercado de trabalho é hoje um fenómeno de dinâmica global e tende cada vez mais para isso, é do interesse de qualquer profissional saber-se situar nesse mercado trabalho e ter presente as condições salariais que diferentes países oferecem para postos de trabalho equivalentes, nomeadamente na área da engenharia química.

O gráfico abaixo apresenta o salário médio líquido de um engenheiro químico em função do país, calculado segundo o método da 'Paridade do poder de compra', que estabelece uma relação entre o que se ganha, o custo de vida do país, e atende também à taxa de câmbio.

Neste sentido, os valores indicados no gráfico devem ser lidos numa base comparativa: é mais vantajoso , por exemplo, trabalhar como engenheiro químico no Brasil do que em Portugal, porque o que se ganha em média em termos líquidos, representa mais poder compra no Brasil do que em Portugal.

No topo da lista encontra-se o Estados Unidos, seguido de Taiwan e do Reino Unido.

A Alemanha situa-se entre Portugal e o Brasil, assim como o Canadá, a Austrália e a Coreia do Sul.



2 comentários:

João disse...

Importante salientar que esses dados são de 2005. Já passaram 7 anos e as realidades económicas mudaram nos países assinalados. Alguns entraram em franco crescimento e outros enfrentam recessões económicas sérias... e isso traduz-se directamente no ordenado líquido. Para além disso, há muitos mais engenheiros químicos actualmente do que em 2005 (pelo menos em Portugal) e isso traduz-se também na diminuição do salário médio.

É preciso também ter em conta que há formados em Eng. Química que não estão contemplados nesse gráfico, que exercem, por exemplo, profissões de gestão e outras.

Blogue Engenharia Química disse...

Caro João,

Faz bem em salientar esses aspetos.

Procurei intencionalmente não imprimir a esta publicação qualquer comentário, para que cada um possa ler os dados como pretender. Poderei porventura levar a conclusões erradas por essa ausência, mas o contrário também pode ser verdade.

Quer-me parecer que este tipo de estudos está sempre um tanto desfasado temporalmente, porque a compilação destas informações pode ser morosa.

Tem havido interesse em dotar o BEQ de informações relativas à profissão, pelo que se continuará à procura delas. Claro está que se privilegiam dados que tenham uma proximidade temporal maior, mas nem sempre essa informação existe.

Continue a visitar o BEQ! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...