Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre a confirmação de que os ftalatos das embalagens de comida (e outros) conduzem a alterações hormonais como o aumento acelerado de peso




Os ftalatos são compostos muito úteis para conferir uma flexibilidade aos plásticas, sem que com isso se tornem quebradiços. Sabe-se da sua utilização nos mais variados bens de consumo (desde perfumes a brinquedos), incluindo em produtos que contatam com alimentos como toalhas ou mesmo embalagens de comida, sendo esta última o principal veículo de migração destes para o organismo humano.

Há algum tempo que os vários ftalatos que existem têm vindo a ser alvo de suspeitas de serem nocivos para a saúde humana, o que levou à sua investigação e proibição (exemplos aqui). Neste contexto, investigadores alemães do Helmholtz Centre for Environmental Research demonstraram agora (2016) que quando estes plastificantes entram no organismo humano, podem afetar o sistema hormonal. Mais especificamente, foi demonstrada a capacidade de modificaram os processos metabólicos e desencadearem, por exemplo, ao aumento acelerado de peso, sobretudo em mulheres.

A transferência de ftalatos existentes em embalagens para os produtos alimentares, dá-se privilegiadamente pela contaminação de alimentos ricos em ácidos gordos, encontrando aqui uma porta de entrada facilitada para o corpo humano.

O Dr. von Bergen, responsável pelo estudo, indica que a concentração de ftalatos não precisa de ser elevada para que se registem alterações no equilíbrio hormonal. Por exemplo, verifica-se que, na presença de ftalatos, os níveis de ácidos gordos insaturados no sangue aumenta, e que o metabolismo afeto à glicose é perturbado.

Assim, von Bergen é claro quanto à pertinência de se consolidar conhecimento em torno dos ftalatos, para que as autoridades alemãs e europeias responsáveis pela apreciação do risco de produtos químicos possa decidir-se com conhecimento de causa sobre as medidas a tomar sobre esta matéria.

Fonte: Daily Mail

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...