Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre o regresso a herbicidas usados em 1940

image
Desde 1996, o herbicida Roundup da empresa Monsanto tornou-se o líder na agriculta norte-americana. Porém, nos últimos anos têm sido reportados casos de resistência das ervas daninhas a este produto, que se baseia em glifosatos para a sua função herbicida, por parte de agricultores desse país.
Por este motivo, herbicidas outrora populares parecem estar de regresso aos solos agrícolas norte-americanos.
Em termos científicos, o professor Dean Riechers, da Universidade do Illinois refere que “é realmente irónico que na era da engenharia genética se esteja a regressar a herbicidas que remontam a 1940, como o 2,4-D”
A mudança massiva para outros herbicidas  poderá ter implicações na estabilidade da agricultura, visto que herbicidas como o 2,4-D têm tendência a propagar-se para outros terrenos, afectando culturas vizinhas. Este fenómenos não se verificava com o produto da Monsanto porque esta empresa desenvolveu sementes que são imunes à acção do herbicida Roundup.
Fonte da Dow AgroSciences, concorrente da Monsanto, refere que “o glifosato revolucionou a agricultura mas tal como tudo o que é usado em exagero acarreta problemas”.
Neste momento, a Monsanto associou-se à BASF procurando dar resposta ao problema da resistência ao glifosato. Ao mesmo tempo, empresas como a Dow AgroSciences, a Bayer, a Syngenta e a DuPont competem pelo mesmo objectivo.
Ao mercado projecta-se a chegada de novos herbicidas nos próximos anos, altura em que novamente se fará figas para que o problema da resistência não se volte a colocar.
Fonte: stltoday

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...