Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Revista semanal de imprensa (BEQ.2018.7): energia e fraldas promissoras, etiquetas brasileiras, emissões em Cingapura

Nesta rubrica, o BEQ faz uma compilação de notícias, artigos ou outros conteúdos, descobertos e lidos no decorrer da semana, e que tratam de temas centrais ou conexos com a engenharia química.

O mote é divulgar este ramo engenharia pela promoção e consulta de conteúdos originalmente  publicados por outras fontes que não o BEQ, desde logo blogues, jornais, revistas, ou sites em geral.


 * * *


Um estudo realizado por um grupo de investigadores do Laboratório de Engenharia de Processos, Ambiente, Biotecnologia e Energia (LEPABE) da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP), liderado por Joana Maia Dias e publicado em 2017 na Revista Renewable Energy, da Elsevier, foi reconhecido pela Renewable Energy Global Innovations como um Key Scientific Article.

A Intimus Premium Care, fraldas de incontinência produzidas por uma empresa de Viana do Castelo, acabam de ser eleitas Produto do Ano de 2018. A Intimus Premium Care é uma marca portuguesa de produtos para incontinência já disponível no mercado profissional e da saúde e esta é a única fralda que se distingue pela loção libertada no contacto com a pele, mas também pela inovação na componente produtiva.

Segundo dados da ABIEA (Associação brasileira das indústrias de etiquetas adesivas) publicados no ano de 2013, o mercado brasileiro produz 2.450 mil milhões de metros quadrados de etiquetas ao ano, representando 31% da produção mundial. Isso se dá pela grande procura de identidade visual que as etiquetas podem trazer para os fabricantes de produtos.

O ministro das Finanças, Heng Swee Keat, disse que o imposto seria cobrado de todas as instalações que produzam 25 mil toneladas ou mais de gases do efeito estufa por ano. O imposto, a ser aplicado em todos os setores, será de 5 dólares de Singapura por tonelada de gases emitidos de 2019 a 2023. Após o período, a taxa será revisada e possivelmente aumentada para um valor entre 10 e 15 dólares de Cingapura por tonelada.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...