Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre os riscos do formaldeído em alisantes de cabelo




"Os cabelos são uma parte muito especial do nosso corpo e merecem toda a nossa atenção, afinal têm o poder de modelar o rosto e podem modificar completamente um look. Mas, antes de submeter os fios a qualquer tratamento, é necessário pesquisar bem para não prejudicar a sua saúde.
Uma reportagem do jornal "The Washington Post" contou a história de Adélia Varga, uma mulher de 38 anos que veio ao Brasil e levou daqui alguns produtos de alisamento de cabelo para o salão de beleza em que trabalha, nos EUA.

A moça, crente que estava levando para suas clientes o melhor dos cosméticos alisantes, foi surpreendida com o alerta de fiscais de saúde norte-americanos, que disseram que os produtos para alisamento que contém a substância formaldeído em sua fórmula poderiam prejudicar a saúde e causar câncer. Tanto a cabeleireira quanto suas clientes corriam o risco.
Grande parte dos alisantes de cabelo contém formaldeído, ou então alguma substância química que o libere.


Segundo o Cosmetic Ingredient Review, um painel financiado pela indústria cosmética e apoiado pelo Food and Drug Administration (FDA, a agência que regula alimentos e medicamentos nos EUA), "nas práticas atuais de uso e concentração de formaldeído, os produtos para o alisamento de cabelo com formol e glicol de metileno são inseguros. Entre as ameaças para a saúde estão a alta concentração química do produto, o uso excessivo do produto nos cabelos e a ventilação inadequada durante a aplicação"."


Fonte: SRDZ



"O formol (também conhecido por formaldeído, formalina ou aldeído fórmico) é uma substância permitida na legislação de cosméticos apenas para conservar produtos ou como agente endurecedor de unhas. Em ambos os casos, é adicionado durante o processo de fabricação, ainda na indústria, e não depois de o conteúdo já estar pronto.

Desde 18 de junho de 2009, a venda de formol em alisantes é proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O uso indevido ocasiona diversos riscos à saúde, como: irritação, coceira, queimadura, inchaço, descamação e vermelhidão do couro cabeludo, queda do cabelo, ardência e lacrimejamento dos olhos, falta de ar, tosse, dor de cabeça, ardência e coceira no nariz. Isso tudo acontece em decorrência do vapor ou do contato direto com a pele.

Várias exposições podem causar também: boca amarga, dores de barriga, enjoos, vômitos, desmaios, feridas na boca, narinas e olhos, e câncer nas vias aéreas superiores (nariz, faringe, laringe, traqueia e brônquios), podendo até levar à morte."
 

Fonte: G1

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...