Patrocinador oficial:

__________________________________________________________________________________________________________________________

Sobre como se detetam poços de petróleo



"O petróleo encontra-se normalmente armazenado a vários milhares de metros de profundidade, numa rocha porosa e permeável. Para reter o petróleo , a rocha tem de possuir, para além das suas características petrofísicas (porosidade e permeabilidade), uma formação de cobertura impermeável.(...) O conjunto rocha permeável e rocha de cobertura, quando associada à presença de petróleo, forma uma estrutura geológica a que se dá o nome de reservatório petrolífero.
(...)

Como é que se sabe se existe ou não uma estrutura no subsolo? Como é que se sabe se comporta petróleo? Como é que se sabe se este existe em quantidade suficiente para garantir um valor comercial caso se justique um projecto? Fura-se ao acaso?

Há métodos geofísicos, nomeadamente a sísmica de reflexão, que permitem hoje em dia detectar e delinear com precisão estruturas geológicas a milhares de metros de profundidade.
(...)

Para se confirmar se uma estrutura existe e tem petróleo, é necessário furar pelo menos um poço de pesquisa.

A História é fértil em casos de poços de pesquisa que falharam o objectivo, sendo seguidos de outros de grande sucesso a pouca distância dos primeiros. No início da pesquisa petrolífera no Médio Oriente, houve situações em que, por escassa distância do objectivo,  não foi possível concretizar a descoberta de grandes reservatórios petrolíferos,  que acabariam por ser  descobertos  anos mais tarde pelas mesmas ou por outras companhias."


Trecho do livro: O universo da Indústria Petrolífera - Da Pesquisa à Refinação, dos autores Jorge Salgado Gomes e Fernando Barata Alves.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...